“Aprendam a fazer o que é bom; tratem os outros com justiça. Defendam os direitos dos órfãos e socorram os que são explorados” Isaías 1:17

O projeto

“Liberta-me, Brasil” nasceu com o intuito de ser uma voz para tantas pessoas, em especial mulheres e crianças, que tem vivido em situação de risco e opressão. O projeto tem ainda como objetivo ser um canal de divulgação de atividades e programas de organizações sérias que tem lidado com temas como a exploração sexual de crianças e adolescentes, tráfico humano, trabalho infantil e restauração da família.

Segundo estimativas da Organização Internacional do Trabalho (OIT) em todo o planeta mais de 20 milhões de pessoas são vítimas de trabalho forçado, incluindo aqui a exploração laboral e sexual e, de acordo com relatórios da ONU, o Brasil ocupa o primeiro lugar na América Latina em exploração sexual de crianças e adolescentes e o segundo no mundo.

É preciso que a sociedade como um todo se conscientize desse drama nacional (e internacional), que haja engajamento de todos e apoio às organizações e aos governos para o desenvolvimento estratégias eficazes no combate a esses problemas. Nesse contexto, é fundamental a participação ativa das Igrejas, como lugar de conscientização de pessoas, refúgio para as vítimas e restauração de vidas.

Neste ano de 2014 o Brasil recebe a Copa do Mundo e, em 2016, as Olimpíadas. Como acontece em qualquer lugar do planeta, todo grande evento tem seus benefícios, mas também traz suas mazelas. O tráfico de pessoas e a exploração de crianças são problemas reais nesta nação e tendem a se agravar durante períodos como esses, em que há execução de grandes obras de mobilidade e infraestrutura e aumento do turismo em todo o país, propiciando um ambiente que facilita a ação de redes que exploram pessoas que estão em situação de vulnerabilidade.

Esperamos que você e sua Igreja se engajem neste processo de cura para o Brasil: realizem eventos sobre os temas citados, entrem em contato com organizações que atuam nessa área (muitas com links listados neste site), esclareçam a sua comunidade e estejam de portas abertas para aqueles que buscam proteção. Que nós, como Igreja, sejamos canal de cura e restauração para aqueles que precisam.

Equipe Liberta-me, Brasil

 

 

*O conteúdo e links para sites e quaisquer atividades desenvolvidas por terceiros apresentados 
neste website são de responsabilidade exclusiva de seus criadores.

Parceiros do projeto:

Aqui você conhece nossos parceiros e o que cada um deles tem desenvolvido em prol das crianças, dos adolescentes e das famílias. Clique na logo e saiba mais!

Apoio:

PORCAO Haja Comunicação TRANSOUZA SAATORE GIRUNDI SILVIO ANDRADE SAN DIEGO LA PALMA Martins de Paiva Angelina Tomaz Decorações

Produção:

Web: